Passava pouco das 20 horas, quando, sob a presidência do padre Feliz Pires, pároco de ambas as paróquias, chegou o cortejo motorizado encabeçado pela GNR e por alguns motociclistas que abriam caminho ao jipe dos Bombeiros de Vila Real de Santo António que transportou a imagem mariana até ao largo principal da freguesia, onde já aguardavam largas dezenas de pessoas. Depois de colocado em ombros, o andor com a imagem de Nossa Senhora de Fátima seguiu até à igreja paroquial com a procissão a ser marcada por algumas paragens para reflexão com base em passagens do Evangelho em que Maria é referenciada. Chegada à igreja do Azinhal, a imagem peregrina da Virgem de Fátima foi coroada pelo pároco e deu-se início à oração do rosário. O padre Feliz Pires resumiu aos paroquianos o essencial daquela visita. “Maria, Nossa Mãe, uma mulher especial, que quer ficar connosco uma semana para nos ensinar a caminhar para Deus”, disse. A imagem permaneceu até dia 09 deste mês no Azinhal, tendo passado nesse mesmo dia para a paróquia de Odeleite, onde esteve até ao passado dia 16 de Maio. Mais fotos na Galeria de Imagens