Terça-feira 12 de Novembro de 2019
Inicio / Noticias / Joel Teixeira, futuro sacerdote do Algarve, foi ordenado diácono

Joel Teixeira, futuro sacerdote do Algarve, foi ordenado diácono

Integrada na celebração Eucarística que decorreu na igreja de Nossa Senhora do Carmo, em Tavira, presidida pelo Bispo do Algarve, D. Manuel Neto Quintas, e concelebrada por muitos sacerdotes da diocese algarvia e também por alguns das vizinhas dioceses de Évora e Beja, a ordenação diaconal do Joel Teixeira, foi participada por muitos fiéis que encheram por completo a igreja carmelita, particularmente as religiosas que trabalham na diocese e os seminaristas colegas do jovem ordenado. Presenças significativas, para além dos responsáveis pelos Seminários de Faro e Évora, foram também as das comunidades de Salir, terra natal do seminarista ordenado, Loulé e Sé de Faro, as duas paróquias o­nde o Joel Teixeira trabalhou nos últimos anos, no âmbito do seu estágio pastoral. Joel Teixeira, de 24 anos, irá agora, ordenado no primeiro grau do Sacramento da Ordem, viver a fase última da sua formação com vista à ordenação sacerdotal que, embora ainda não se conheça a data, não deverá tardar muito. Após a liturgia da palavra, já em plena liturgia da ordenação, foi feita a eleição ao ministério diaconal do candidato que se aproximou do altar para ser apresentado ao Bispo diocesano. Depois deste momento inicial, D. Manuel Neto Quintas, na sua homilia, começou por dar graças a Deus e sublinhar a alegria da Igreja algarvia por esta ordenação. “Graças a Deus foi a resposta de louvor e alegria por termos acolhido, com a ajuda de Deus e Jesus Cristo nosso Salvador, este nosso irmão, o Joel, para a ordem dos diáconos. Graças a Deus por este dom para a nossa Igreja diocesana que acolhemos com o coração agradecido”, referiu, reconhecendo: “a celebração de uma ordenação diaconal como acontece hoje constitui seguramente um dia feliz, não só para o Bispo ordenante, mas também para toda a Igreja diocesana”. Dirigindo-se directamente ao candidato a diácono, o Prelado agradeceu também o seu acolhimento ao convite divino. “Dou graças a Deus pelo chamamento que o Senhor te dirigiu a ti caríssimo Joel, pelo acolhimento que este convite encontrou no teu coração e na tua vida, pelo testemunho favorável do povo cristão e dos responsáveis que te apresentam a mim e à Igreja diocesana por pessoalmente te dispores a acolher hoje, com total liberdade e disponibilidade, o dom que Ele te vai conferir pela imposição das minhas mãos, escolhendo-te para ordem dos diáconos”, afirmou D. Manuel Quintas. Perante a numerosa assembleia, vinda de muitos pontos da diocese do Algarve, o Bispo diocesano, depois de recordar aos presentes que “toda a vocação na Igreja, incluindo a comum vocação à santidade, todo o ministério que a mesma Igreja confere como dom de Deus aos chamados, encontra a sua fonte, o seu modelo de acção e a força da sua fidelidade no modo como Jesus se relacionou com o Pai e com os seus discípulos”, considerou que “é impensável uma comunidade cristã o­nde não esteja bem viva a dimensão diaconal”. “A comunidade cristã é uma realidade que tem no centro da sua dinâmica o serviço, seja o serviço da liturgia da palavra ou o serviço de assistência aos irmãos mais pobres do qual os diáconos são resposta pessoal e apelo para toda a Igreja”, concretizou D. Manuel Quintas. A terminar, o Bispo do Algarve deixou um apelo. “Que a celebração desta ordenação diaconal nos mobilize a todos na oração e empenho pela promoção das vocações de consagração, na estima dos nossos diáconos e presbíteros, no crescimento do espírito de serviço, verdadeiro distintivo de Cristo”, disse. Após a homilia, o candidato já eleito fez então a sua promessa e depois prostrou-se diante da assembleia em atitude de oração. Por fim, o Bispo diocesano, através da imposição das suas mãos procedeu à ordenação diaconal. Momentos significativos da celebração foram ainda a imposição da estola à maneira diaconal, o revestimento do novo diácono com a dalmática e a entrega do livro dos Evangelhos. Já no decorrer da liturgia Eucarística, foi igualmente marcante o momento de preparação do altar, através do serviço do novo diácono, para a consagração da Eucaristia que se iria seguir. No final da celebração o novo membro do diaconado, visivelmente emocionado, agradeceu aos restantes diáconos algarvios, sacerdotes, actual e antiga equipa formadora do Seminário de Faro, Seminário Maior de Évora, paróquia de Salir, na pessoa do seu pároco, paróquias de Loulé e Tavira. Para o fim deixou os agradecimentos ao Bispo diocesano e à sua família. Ao Prelado deixou mesmo uma certeza: “aquelas promessas que eu fiz à pouco são realmente importantes, são para cumprir e pode contar comigo para o que quiser”. Na celebração estiveram ainda presentes o presidente da Câmara Municipal de Tavira, José Macário Correia e a presidente da Junta de Freguesia de Salir, Piedade Carrasquinho. Samuel Mendonça

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …