Sexta-feira 15 de Novembro de 2019
Inicio / Noticias / Jota e Joti uniram escoteiros algarvios a outros de todo o mundo

Jota e Joti uniram escoteiros algarvios a outros de todo o mundo

Estas actividades de escoteiros de âmbito internacional ocorrem em simultâneo anualmente no terceiro fim-de-semana do mês de Outubro, com um total de 48 horas seguidas, têm início às 0 horas de sábado e termina às 24 horas de domingo (hora local) e consistem na troca de experiências, informações e ideias escotistas, no primeiro caso, através das o­ndas de rádio e, no segundo, via Internet. A iniciativa surgiu a partir do Jamboree Mundial de 1957, em Inglaterra, no qual participaram cerca de 35 mil escoteiros provenientes de 62 países, o­nde foi montada uma estação de radioamadorismo que operava com o indicativo GB3SP e que fez um total de 1712 contactos para 71 países. Assim, a 49ª edição do Jota e a 10ª do Joti voltaram a contar com a participação, em Portugal, da Associação Escoteiros de Portugal (AEP), do Corpo Nacional de Escutas (CNE) e da Associação Guias de Portugal (AGP), rumo às comemorações do centenário do escotismo mundial que ocorre no próximo ano de 2007, tendo os diversos escoteiros contactado entre si via rádio e através da Internet, associados aos cerca de 500 milhões de escoteiros dos 5 continentes que participaram na actividade. No Algarve, a partir das suas sedes, juntaram-se a estas redes, radiofónica e electrónica, os agrupamentos de 587 de Alcantarilha, 511 de Lagoa e 159 de Portimão do CNE, sendo que este último participou nas duas actividades, enquanto os restantes dois somente participaram no Joti. Da AEP participaram os grupos 6 de Olhão, 60 de Vila Real de Santo António, 77 de Faro, 197 de Quelfes e 202 de Castro Marim. E da AGP também alguns grupos aderiram ao evento. Os membros da AEP participaram no Jota a partir de um acampamento na Mata Nacional de Vila Real Santo António, com a participação de cerca de 150 escoteiros. O programa no dia 21 foi iniciado, pela manhã, com o hastear da Bandeira Nacional e dos Grupos, seguindo-se as actividades para os Lobitos (6-10 anos), jogos de carácter escotista para os Juniores (10-14 anos), Seniores (14-17 anos) e Clã (18-21 anos). Os Lobitos participaram igualmente no peditório anual da AMI – Assistência Médica Internacional e ainda tiveram oportunidade de, durante a tarde, realizar um jogo que terminou com uma visita ao Zoo de Ayamonte (Espanha), com a travessia de barco pelo rio Guadiana. A participação da AEP no Jota continuou com os Juniores, à tarde, e o dia terminou com um Fogo de Conselho no acampamento. No dia 22, Séniores e Clã também participaram no Jota, enquanto Lobitos e Juniores aproveitaram para conhecer a cidade pombalina.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …