Quinta-feira 22 de Agosto de 2019
Inicio / Noticias / Jovem paroquiana da Luz de Tavira partiu para missão de 1 ano em Moçambique

Jovem paroquiana da Luz de Tavira partiu para missão de 1 ano em Moçambique

Esta experiência surge no âmbito de uma missão que têm naquela localidade os Missionários Combonianos, congregação à qual Sandra Fagundes se encontra ligada há alguns anos. Na sequência desta ligação, a jovem algarvia iniciou, o ano passado, uma formação com os Leigos Missionários Combonianos, tendo surgido posteriormente a oportunidade para este trabalho além-fronteiras. Para além dos encontros mensais, durante um ano, Sandra Fagundes participou ainda, em Fátima, em encontros formativos da Fundação Evangelização e Culturas. Antes de partir para Moçambique testemunhou à FOLHA DO DOMINGO o seu entusiamo. “Já queria há muito tempo fazer uma experiência deste género. Aconteceu nesta altura porque, tanto eu como os missionários combonianos, achámos que seria a altura ideal por ter acabado o curso e ainda não estar inserida no mundo do trabalho”, referiu. Embora espere que a experiência seja, para si própria, “muito importante”, Sandra Fagundes deseja que esta sua missão tenha muito mais importância para as pessoas com quem vai viver durante este próximo ano. “Acho que temos de fazer alguma coisa pelo outros. Costumo dizer que não vou lá só para leccionar aulas de química, mas também para estar com as pessoas e viver e sentir com elas. Temos de pôr os dons que Deus nos deu ao serviço dos outros”, afirma convicta, manifestando vontade de voltar uma “pessoa melhor”, “mais madura e aberta aos outros”. Regressada à paróquia da Luz de Tavira depois de ter estado a estudar nos últimos anos em Bragança, a jovem missionária viveu no passado domingo uma Celebração Eucarística dominical especial. A comunidade onde foi leitora, membro do grupo coral e ajudante de catequista preparou-lhe agora uma celebração de envio para a missão. Agradecida, Sandra Fagundes reconhece que a paróquia a "acolheu bem" e "foi generosa". “Foram feitos alguns peditórios que vou levar para a missão de Carapira”, salientou. A viagem será financiada pelos Missionários Combonianos.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …