Como balanço dos primeiros dias em terras australianas, os algarvios falam de uma “experiência única e fabulosa”. “Fomos muito bem recebidos nesta paróquia de St. Paul em Brisbane. Todos se apoiam uns aos outros. As famílias de acolhimento são muito afáveis, e todas muito diferentes umas das outras”, salienta Elsa Santiago, da paróquia das Ferreiras, responsável do grupo algarvio. Nos testemunhos publicados no sítio do SDPJ (www.juventude.diocese-algarve.pt), os participantes algarvios destacam ainda o relacionamento muito próximo entre as diferentes dioceses portuguesas e a união dos algarvios, bem como a alegria e a diversão reinante entre os elementos do grupo. “Temos interagido em várias actividades e com todos os portugueses e habitantes de Brisbane”, testemunham, realçando o facto de a Austrália acolher por estes dias “gentes de todo o mundo” com “apenas uma fé em Jesus Cristo”. Os primeiros dias serviram sobretudo para tomarem contacto com a cultura local e também para darem a conhecer um pouco da sua cultura de origem. Ao longo dos dias na arquidiocese de Brisbane, os algarvios participaram em Eucaristias, orações, adorações ao Santíssimo Sacramento, festivais, almoços e convívios locais. Visitaram na Gold Coast, a praia de Surfers Paradise, uma referência turística australiana e o WildLife Currumbin, contactando de perto com koalas, cangurus, crocodilos, serpentes, dingos e vários tipos de aves e outros animais típicos da Austrália. Destaque ainda para o facto de 2 destes jovens, o Filipe Rossa (paróquia das Ferreiras) e o João Pedro Baganha (paróquia de Quelfes), terem sido escolhidos a nível nacional para integrar uma equipa litúrgica que colabora directamente nas celebrações. Arquidiocese de Brisbane A arquidiocese de Brisbane cobre uma área geográfica de 77.000 quilómetros quadrados. Com uma população de 2,5 milhões de habitantes, tem 109 paróquias com um total de cerca de 600.000 católicos. Mais fotos na Galeria de Imagens