Com a presença de um significativo grupo de jovens de Alcantarilha, Silves e Pêra, para além de outros de Quarteira também presentes e de muitas religiosas, a vigília de oração foi presidida pelo padre Pedro Manuel, assistente do Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional (SDPV), que explicou o objectivo daquela iniciativa. “Reunimo-nos nesta noite em Quarteira porque queremos rezar pela felicidade de muitos homens e mulheres e pela nossa”, afirmou, explicando que, “fazer a vontade de Deus em cada momento é cumprir, de modo mais belo e profundo, a felicidade que Deus tem para nós”. “E a felicidade de Deus para uns poderá ser a vida consagrada como sacerdotes, para outros poderá ser a vida consagrada como religiosos e para outros não tenho dúvidas de que será a constituição de família”, acrescentou. O sacerdote, numa clara alusão ao tema paulino da Semana das Vocações – “Sei em quem pus a minha confiança” – lembrou então o convite concreto que era apresentado a cada um dos presentes. “Muitas vezes colocamos a nossa confiança em verdades que são nossas ou de outros e nesta noite, pela voz de São Paulo, somos convidados a colocar a nossa confiança em Deus”, disse, considerando que “Deus, na vida de cada um, vai fazendo despertar sinais, pequenas flores, que nos indicam que tipo de perfume devemos ser no seio da sociedade”. O padre Pedro Manuel constatou mesmo que “a juventude não está «morta»”. “Cada um de nós que aqui estamos queremos ousar qualquer coisa porque percebemos que a nossa vida é importante de mais para ficar «guardada» numa casa. Nesta noite somos convidados a deixar uma marca no mundo e a melhor marca é «dar autorização» à sua vida de ser um homem/mulher feliz”, afirmou, exortando os jovens presentes a “rasgar todos os horizontes” e a “responder com ousadia ao apelo que Deus faz”. “Nesta noite, solteiros ou casados, consagrados ou em via de nos consagrar, perguntemos com coragem: Senhor, o que queres de mim?”, instigou. A vigília de oração, com uma forte componente musical, contou com a especial participação do grupo Laudate que apresentou em primeira mão o hino, intitulado “Chama por Mim”, composto para a Pastoral Vocacional no Algarve. Foram ainda apresentados os testemunhos vocacionais de Isabel da Luz, do Instituto Secular das Cooperadoras da Família, de Ana Postiga (Neli), do Movimento dos Focolares, da irmã Irene Silva, da Congregação da Divina Providência e Sagrada Família, do diácono António de Freitas e do casal Sofia Carmo e José Manuel da paróquia de Silves. Amanhã, no encerramento da Semana das Vocações, terá lugar na igreja de São Tiago de Tavira uma terceira Vigília de Oração, pelas 21.30 horas, promovida igualmente pelo SDPV, desta vez para o Sotavento algarvio.