Monsenhor Cupertino, é actualmente Deão (presidente) do Cabido da Sé Catedral de Faro, onde também assumiu as funções de Cónego Penitenciário, Director diocesano das Obras Missionárias Pontifícias, Assistente diocesano do Apostolado da Oração e do Renovamento Carismático Católico e ainda Vogal da Comissão de Ética do Centro Hospitalar do Barlavento Algarvio, tendo sido ainda Vice-Reitor e Reitor do Semi-nário de S. José da Diocese do Algarve. Licenciado em Direito Canónico, é Juiz do Tribunal Patriarcal de Lisboa e do Tribunal Interdiocesano de Évora. Esteve durante muitos anos ausente do Algarve, ao serviço da Igreja portuguesa, como Director das Obras Missionárias Pontifícias e Vigário Geral Castrense. Também se destacou como académico em instituições de ensino superior público de nível universitário, tendo sido Director Cultural da Academia Militar, onde foi igualmente Professor de Sociologia e de Deontologia Militar, tendo em 1985 publicado uma obra de referência nessa especialidade e leccionou ainda Ética Policial na Escola Superior de Polícia. No âmbito das suas funções de capelão militar e Vigário Geral da Diocese das Forças Armadas aposentou-se com o posto de Coronel do Exército Português. Sábado, a Igreja do Algarve vai congregar-se em Portimão, cidade onde Monsenhor Cupertino reside, para dar graças a Deus pelo dom do sacerdócio, pela sua vida e ministério que tantos e tão variados sectores da Igreja e da sociedade portuguêsa atingiu com a sua acção de grande sacerdote e sábio pastor. Também em 26 de Agosto, o Padre Alberto José Viegas Pires Teixeira, natural de Salir, celebra as suas bodas de prata sacerdotais, dado que foi ordenado há vinte e cinco anos, em 21 de Agosto de 1982 pelo Bispo diocesano D. Frei Ernesto Gonçalves Costa. Na tarde do Domingo, 26 de Agosto, prevê-se que o adro da Igreja Paroquial da Fuzeta venha a ser pequeno para a grande festa que as gentes da Fuzeta e de Moncarapacho, Paróquias do concelho de Olhão que lhe estão confiadas, lhe estão a preparar. O Padre Alberto Teixeira é também o Assistente Diocesano da Obra do Apostolado do Mar, que com grande criatividade e empenho pastoral tem dinamizado na marítima Paróquia de Nossa Senhora do Carmo da Fuzeta, indo assim ao encontro das gentes do mar, dos pescadores e das suas famílias, oferecendo uma pastoral e uma espiritualidade adequadas aos pescadores e mariscadores da Ria Formosa, de tal modo que é grande a empatia entre o Padre Alberto e os seus paroquianos. Neste ano de 2007, parece-me que serão ainda de salientar os seguintes aniversários de ordenação sacerdotal: 65 anos do Padre António Oliveiros Henriques; 55 do Padre Manuel da Silva Rufino; 45 do Padre Júlio Tropa Mendes; 40 anos dos Padres Elísio Dias, José Joaquim Nunes e Manuel de Almeida Condeço; 35 do Padre diocesano José Manuel Fernandes Águas e dos Jesuítas Arsénio António Castro da Silva e Domingos Monteiro da Costa; 20 do Padre Mário Jorge do Rego Barbosa, franciscano do Convento de S. Francisco de Faro e 10 dos Padres Armando José Costa Vilarinho Filhó Amâncio, Dinis Manuel da Palma Faísca e Jorge Manuel das Candeias Carvalho. A todos felicitamos, por todos e pelas comunidades que lhes estão confiadas damos graças a Deus.