Decorreram as solenidades no Auditório António Aleixo, no Parque Municipal, sendo a Celebração Eucarística presidida pelo padre António Martins, vigário cooperador daquelas comunidades, que à homilia destacou o exemplo de Santa Luzia, como um testemunho de firmeza na fé. Seguiu-se a procissão conduzindo a imagem da mártir até à sua capela. Depois teve lugar um almoço de convívio, prosseguindo a festa tarde em fora com animação variada e o leilão dos ramos e outras ofertas, obtendo-se uma receita superior aos 668 euros, o qual foi destinado a suportar a continuidade das obras de arranjo dos espaços envolventes do templo.