Ao contrário, a primeira visita da imagem de Nossa Senhora de Fátima foi, segundo os dados fornecidos pelo Serviço de Estudos e Difusão do Santuário de Fátima, a terceira viagem da imagem da Capelinha das Aparições (não da Virgem peregrina) e decorreu entre Outubro de 1947 e Janeiro de 1948. Para dia 13 de Outubro, a partir das 21 horas, está prevista a concentração junto à rotunda da escola secundária João de Deus (liceu), em Faro, prevendo-se a presença de vários milhares de pessoas, oriundas dos quatro cantos da diocese algarvia, uma vez que o acontecimento teve ampla divulgação nas comunidades particulares e também na cidade de Faro. A celebração mariana que a Igreja algarvia tem preparada, intitulada ‘Fazei o que Ele vos disser’, terá dois momentos distintos: um ainda na rotunda no cimo da avenida 5 de Outubro e um segundo já no Largo da Sé. Ao longo do percurso que une os dois lugares, será realizada uma procissão que descerá a avenida 5 de Outubro, seguirá pela rua de Santo António até ao Jardim Manuel Bívar e rumará ao Largo da Sé. A imagem será transportada pelas forças de segurança, começando pela Marinha, a Polícia de Segurança Pública, os Bombeiros Municipais e Voluntários e a Guarda Nacional Republicana. Na passada sexta-feira, o Bispo diocesano deixou um apelo na Assembleia Diocesana à participação neste acontecimento que irá marcar o Programa Pastoral do biénio 2007-2009. D. Manuel Quintas defendeu que a diocese algarvia “precisa de uma manifestação pública de fé”. “O Algarve precisa de uma mobilização de todos aqueles que se dizem cristãos. Mesmo que esteja a chover não tenham medo, vamos mobilizar-nos”, exortou. O Prelado disse ainda que gostaria que os cristãos algarvios ligassem a passagem da imagem de Virgem peregrina à construção do Lar da Mãe, pois, segundo D. Manuel Quintas, está a ser estudada a possibilidade de um espaço em Faro para a edificação da casa que acolherá no futuro aquela valência da Caritas Diocesana. Também o padre Mário de Sousa, membro da comissão organizadora da recepção à imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima, teve também oportunidade de referir-se ao acontecimento na jornada de lançamento do ano pastoral da Igreja algarvia. O sacerdote desejou “que no dia 13 de Outubro seja a presença de toda a diocese que quer acolher a Mãe de Cristo e com ela seguir o seu Filho Jesus”. “Será uma noite de oração e alegria, em que, como Igreja diocesana, nos dispomos a acolher o que Maria, durante 2 anos, nos quer dizer sobre o seu Filho Jesus”. “Que aqueles que andam adormecidos possam despertar para a fé”, concluiu. Os autocarros que transportarão os peregrinos irão deixá-los junto ao ponto de concentração, seguindo para estacionamento. Para quem vier de automóvel é sugerido que deixe a viatura no estacionamento do Teatro Municipal de Faro, havendo 3 autocarros cedidos pela Câmara anfitriã que farão o transbordo das pessoas. No dia 14 de Outubro, a imagem seguirá para Aljezur, seguindo-se o programa de peregrinação pelas várias paróquias publicado anteriormente.