A iniciativa é dos IMAG – Institutos Missionários “Ad Gentes” que já há dois anos tinham estado em Lagos a desenvolver este tipo de trabalho. Este ano foram já promovidas duas destas semanas no país e em simultâneo com experiência do Algarve, decorrerão mais duas no Norte do país. O padre José Gaspar, responsável pelas duas equipas de 4 missionários cada, refere que o grupo virá estabelecer “contacto com os vários movimentos, catequeses, grupos de jovens, doentes e idosos, das paróquias”, bem como “com as escolas”. “Pretendemos pôr a comunidade cristã a vibrar com a Igreja universal numa perspectiva missionária”, complementa o sacerdote, que acrescenta: “é importante nunca perdermos esta dimensão da missão da Igreja que é fundamental mesmo para a animação das comunidades cristãs locais”. O Bispo do Algarve garante que a finalidade destas semanas missionárias é “despertar no povo de Deus a consciência baptismal, de serem membros de uma Igreja que deve também estar aberta à dimensão missionária, quer a nível local através do testemunho pessoal, quer a nível da sua participação na evangelização da Igreja em comunhão com os missionários, na oração e na ajuda fraterna económica e despertando grupos na própria paróquia que possam continuar a alimentar e viver a sua fé no espírito missionário”. “Se por acaso se proporcionar a criação de uma pastoral missionária nas paróquias seria bom”, acrescenta D. Manuel Neto Quintas. A Semana de Animação Missionária que decorrerá até dia 7 de Maio será encerrada, em ambas as comunidades paroquiais, com uma festa/convívio.