A publicação desta obra ocorre na passagem do vigésimo aniversário da eleição de D. Manuel Madureira para Bispo do Algarve, ordenação episcopal e tomada de posse da Diocese. Estas efemérides ficam marcadas com a presente publicação, da responsabilidade da Tipografia União – Folha do Domingo, Lda. Os dois volumes recolhem textos diversos que testemunham a intensa e fecunda acção pastoral e intervenção do Bispo. Mensagens, Notas Pastorais, Homílias, Catequeses e Entrevistas entre outros textos e documentos constituem o núcleo da obra. Durante 16 anos, o então Bispo do Algarve produziu uma obra vastíssima, que ultrapassa as páginas, mais de 600, desta publicação. Na sessão de apresentação, o padre Joaquim Nunes, sublinhou a propósito que “depois de 2004, a presença de D. Manuel Madureira Dias continua de um outro modo que, junto de Deus, seguramente, não será menos eficaz e que de certeza é carregada de afecto pelo Algarve, pela Igreja do Algarve e pelos algarvios”. Durante o tempo em foi Bispo do Algarve, “todas as realidades da vida do Algarve não foram indiferentes à missão do Bispo que se assume sempre, desde a primeira apresentação à diocese, como quem vem para servir. E nenhuma das dimensões, quer da vida humana, quer sobretudo da vida eclesial do Algarve, foram indiferentes ao ministério profético do senhor D. Manuel Madureira”, explicou o apresentador da publicação, destacando “do Turismo à promoção do homem e defesa da vida, passando pela Escola e Educação sem deixar de lado a Juventude”, todas as realidades, olhadas e reflectidas, que foram objecto de escrita profética do Prelado. “Olha para a vida e para as necessidades e pronuncia-se sobre elas de um modo que projecta o futuro e coloca sempre junto de Deus este cuidado”, complementou o padre Joaquim Nunes. Evidencia-se, com igual vigor e oportunidade, a missão pastoral própria do ministério episcopal, mormente apontando rumos, caminhos e acções de anúncio evangélico, esclarecendo e propondo a doutrina em catequeses que se dirigem a todos. D. Manuel Madureira Dias mostrou-se surpreendido com a publicação que disse não esperar e reconheceu que muito do que compõe os dois volumes já não se lembrava de o ter produzido. “Merece muito mais louvores e elogios a Diocese do Algarve que se aventurou a fazer uma publicação desta natureza e a Folha do Domingo – Tipografia União”, afirmou, deixando um agradecimento a D. Manuel Quintas “por ter abençoado esta iniciativa e por ter feito o prefácio”. Manifestar igualmente a gratidão a todos os trabalhadores da Tipografia União, bem como ao diácono Luís Galante, ao padre Firmino Ferro e ao ao padre Joaquim Nunes. “Se levam a recomendação de ter isto lá em casa, tenham a Bíblia junto de vós e rezai-a todos os dias”, pediu D. Manuel Madureira aos presentes. D. Manuel Quintas mostrou-se satisfeito com esta iniciativa. “Penso que é um património que não poderíamos, nem queríamos perder. Havia todo este material e era importante para nós, como Igreja diocesana, podermos usufruir da palavra de D. Manuel Madureira, que é fruto de uma experiência de pastor desta Igreja durante um período muito significativo para a vida da diocese e nós queremos ser herdeiros dessa riqueza”, afirmou o Bispo do Algarve, acrescentando que o prefácio não foi resultante apenas de pensar seu, mas da diocese até porque não o redigiu sozinho. A publicação pode agora ser adquirida pelo valor de 20 euros na Tipografia União, em Faro, aceitando-se encomendas através do telefone 289 822 319.