Inicio / Noticias / ORANDO COM OS SALMOS

ORANDO COM OS SALMOS

Podemos afirmar que os Salmos são o núcleo central da oração da Igreja. Como sabemos os Salmos, como aliás, toda a Sagrada Escritura, foram inspirados pelo Espírito Santo e através dos tempos têm sido cantados nos mais variados tons, continuando a ser, nos nossos dias, não só a oração dos que por obrigação rezam diariamente o ofício divino como também de muitos fiéis cristãos. Os 150 Salmos de que se compõe o Saltério poderão ser agrupados de vários modos e consoante o tema ou o assunto que os inspiraram. Assim, a maior parte dos Salmos referem-se e cantam a grandeza, a magnificência, a bondade, o poder e a misericórdia de Deus. O louvor, a confiança, a súplica e acção de graças são temas constantes nos Salmos.Há – os que se referem à salvação que só se encontra em Deus. Outros ao perdão dos pecados que Deus concede aos corações verdadeiramente arrependidos. Paradigma da conversão autêntica é, sem dúvida, o Salmo 50 (Miserere) que muitos autores espirituais recomendam rezar, pelo menos, quando nos preparamos para receber o Sacramento da Reconciliação. À família e à sua prosperidade se referem sete Salmos… São também muitos os Salmos que referem às angústias, aos sofrimentos humanos, a toda a espécie de dores físicas e morais. Cerca de nove Salmos referem-se à saúde e à doença e terminam suplicando ao Senhor o seu auxílio divino e a salvação. Alguns Salmos indicam-nos o caminho que é preciso seguir para, realmente, se poder atingir a verdadeira felicidade. Outros, além de proclamarem, por um lado, a força e a segurança que vêm de Deus lembram, por outro, o santo temor de Deus. Podemos afirmar também que os Salmos de maior importância são, sem dúvida, os chamados Salmos Messiânicos, isto é, que se referem ao Messias, ao Senhor Jesus, o servo de Jesus, o Justo, o único Salvador da humanidade.Enfim, os Salmos além de cantados ou recitados serão sempre uma fonte e um meio de oração e meditação a unir-nos a todos os orantes da Terra e do Céu.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …