Acolhida por muitas centenas de pessoas que já se encontravam junto ao antigo hospital de Lagoa, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima foi formalmente entregue por um acólito da paróquia de Estombar ao pároco de Lagoa, o padre José Nunes. Já transportado em ombros, o andor fez uma breve paragem em frente da antiga unidade hospitalar, hoje Lar de Santa Isabel. Cá fora os utentes idosos saudaram a imagem mariana com emoção, seguindo a procissão num curto percurso pelos bairros habitacionais até à igreja matriz. Sempre saudada por imensos lenços brancos e por muitas pétalas de flores, a imagem de Nossa Senhora de Fátima, foi igualmente acompanhada pelo executivo camarário, presidido por José Inácio, o presidente da Câmara de Lagoa. Chegado à entrada do templo também muito ornamentada de flores que desenhavam uma colorida passadeira, o cortejo deteve-se para a saudação mariana protagonizada pelas três crianças que acompanharam a procissão, recriando os Pastorinhos de Fátima. Depois da entrada na igreja matriz, o padre José Nunes, que presidiu à celebração da Eucaristia que se seguiu, lembrou que “os primeiros cristãos aprenderam muito com Maria”. O sacerdote realçou Maria como “modelo de fé”. “Olhando para Ela atingimos mais facilmente o modelo ou aquilo que se nos pode suscitar a fazer”, referiu, destacando que a verdadeira homenagem a Nossa Senhora é aquela que se faz ao seu Filho Jesus. “Não é a Maria que vamos adorar. Nossa Senhora não pode ser adorada. Só o seu Filho. É isso que temos oportunidade de fazer ao longo destas duas semanas”, clarificou o prior, desejando que Maria oriente os fiéis das comunidades da matriz, Vale D’El Rei e Carvoeiro, para Cristo ao longo da visita mariana. “Amar Jesus e chegar a Ele é a forma carinhosa com que mostramos a nossa devoção à sua Mãe”, esclareceu o padre José Nunes, apelando à purificação das devoções. “Olhai para Maria, não para lhe fazer mais esta ou aquela «devoçãozinha» que às vezes é vazia e pobre, no sentido de não ajudar a enriquecer espiritualmente, nem a crescer, a transformar e ou a converter”, justificou. Ao longo da presente semana a imagem peregrina mantém-se em Lagoa segundo programa que se segue. Mais fotos na Galeria de Imagens 7 de Abril (segunda-feira) 21.00h – Celebração Mariana dinamizada pelos “Movimentos Marianos” 8 de Abril (terça-feira) 09.00h – Recitação do Rosário 18.30h – Eucaristia 21.00h – Celebração dinamizada pelos grupos de “Catequese de Adultos” 9 de Abril (quarta-feira) 09.00h – Recitação do Rosário Tempo de Oração 21.00h – Celebração dinamizada pelo grupo “Neo-Catecumenal” 10 de Abril (quinta-feira) 09.00h – Recitação do Rosário 17.00h – Exposição do Santíssimo Sacramento 18.30h – Eucaristia 21.00h – Celebração Mariana dinamizada pelo grupo da “Sociedade de São Vicente de Paulo” 11 de Abril (sexta-feira) 09.00h – Eucaristia 18.00h – Recitação do Rosário 21.00h – Celebração Mariana dinamizada pelos Escuteiros 12 de Abril (sábado) 09.00h – Recitação do Rosário 14.30h – Celebração do “aDeus” com crianças e pais da Catequese e restante comunidade 15.30h – Partida da Imagem Peregrina para S. Bartolomeu de Messines.