Já este mês de Setembro começará a funcionar, primeiro com a valência de Creche, acolhendo 69 crianças entre os 4 meses e os 3 anos de idade, e depois com a valência destinada à população sénior. Esta, por enquanto, aguarda a assinatura do Protocolo com a Segurança Social, a qual deverá acontecer em Janeiro do próximo ano, conforme anunciou o director do Centro Regional de Segurança Social de Faro, Jorge Botelho. Esta obra, orçada em cerca de milhão e meio de euros, foi construída em terreno do município e conta com uma área coberta de cerca de 1.500 metros quadrados. Compreende dois pisos, sendo que no piso térreo tem duas áreas distintas destinadas a crianças e no piso superior o serviço de internamento para a terceira idade, para 19 residentes. Para Jorge Botelho, trata-se de uma obra emblemática para a região e confessou fazer tudo quanto estivesse ao seu alcance, no sentido de dotar este Complexo Social de todos os apoios financeiros necessários ao seu funcionário. Lançou ainda o repto de agregar também a valência de Apoio Domiciliário. Face à sua experiência com o Centro Paroquial de Paderne, o padre César Chantre referiu que actualmente apenas uma percentagem muito reduzida de famílias é que colabora com os centros sociais, lembrando que ainda há muito a fazer para se instalar uma cultura de apoio aos idosos, enaltecendo por isso todos os esforços da autarquia neste campo. Já o presidente da Junta de Freguesia de Albufeira, Hélder Sousa, fez notar que Albufeira cresce não só em natalidade, mas também no número de residentes após o Verão. Referiu que o aumento demográfico de Albufeira, originado em parte pela empregabilidade na restauração, verifica-se todos os anos e que, nesta altura, “são muitos aqueles que nesta altura querem trazer para junto de si, os pais que ficaram noutras terras. E aqui, são muitas as dificuldades de resposta”. Desidério Silva mostrou-se manifestamente satisfeito e emocionado por saber que muitas das famílias vão poder contar com o apoio deste Complexo Social para garantirem um crescimento são das suas crianças e um acolhimento caloroso dos seus idosos. Entretanto, no passado dia 8 deste mês foi celebrado entre o Centro Regional de Segurança Social de Faro e o Centro Paroquial de Paderne um acordo para apoio do Lar de Idosos daquela instituição e da Creche da Quinta da Palmeira. O acto teve lugar no átrio do Centro Paroquial, com a presença do presidente da Câmara de Albufeira. O acordo assinado refere-se a 39 utentes que serão comparticipados pela Segurança Social, a partir da data da assinatura e terá o valor de 338,51 euros por utente. Isto em relação ao Lar de Paderne, pois a creche da Quinta da Palmeira, neste primeiro acordo, terá como apoio 233,67 euros por mês, para cada criança. O padre César Chantre foi o primeiro a referir a importância deste acordo, afirmando que “o objectivo é servir apenas a população”. Sublinhando que “a ampliação que foi totalmente financiada pela autarquia”, considerou o acto com “um significado profundo por estar ligado às crianças e aos idosos” e reconheceu as necessidades que mesmo assim ainda persistem para acolher muitas mais crianças e idosos.