O programa de animação bíblica e cultural da iniciativa, que se subordina ao tema ‘Paulo de Tarso: cidadão do mundo, nosso contemporâneo’, pretende “desafiar os participantes para a (re)descoberta de São Paulo e da literatura paulina, salientando as questões de identidade, formação e percurso e de missão; sensibilizar para a actualidade e relevância do curriculum de São Paulo para a vida no século XXI, suscitando o interesse em adoptá-lo como inspiração, referência e companhia espiritual; e convidar para uma reflexão pessoal e comunitária sobre os temas e problemáticas sociais na literatura Paulina, bem como o papel dos cristãos em identificar e denunciarem as várias formas de opressão que reinam na sociedade contemporânea”. Para cada dia serão propostas temáticas diferentes, sendo que as mesmas serão desenvolvidas em diversos espaços da cidade de Portimão, como uma escola ou o salão dos Bombeiros. As iniciativas, integradas nas designadas ‘Noites Culturais Paulinas’, procurarão assim cativar diversos públicos alvo de Portimão e por ventura de outras zonas do Algarve que também queiram participar. Simultaneamente será ainda realizada uma exposição intitulada ‘Vozes de Silêncio’ composta por sete expositores. As iniciativas irão contar também com alguns nomes conhecidos do panorama nacional, oriundos de áreas distintas, como o padre e teólogo Carreira das Neves, o pastor Dimas d’Almeida (Igreja Evangélica Presbiteriana), o jornalista António Marujo (jornal Público), o frei capuchinho Fernando Ventura ou a teóloga Teresa Toldi. Recorde-se que a colaboração das paróquias de Portimão com a Sociedade Bíblica teve o seu início com a realização do evento ‘A Bíblia em Festa’ que teve lugar naquela cidade no Verão do ano passado. O que é a Lectio Divina? A Lectio Divina é uma forma aprofundada de oração, a partir da leitura da Sagrada Escritura, que exige disponibilidade de tempo e de espírito. A sua proveniência encontra-se nos mosteiros, promovida por grandes mestres da espiritualidade, como Sto Agostinho, S. Jerónimo, S. Gregório Magno e outros. Floresceu até à Idade Média. Com o gosto da especulação teológica resfriou nos conventos a sua prática e, por altura da Contra-Reforma, quase desapareceu, pelos temores, na Igreja, do livre exame da Bíblia, praticado pelos protestantes. Reacendeu-se o interesse por ela em meados do século XX, sobretudo com a renovação gerada pelo Concílio Vaticano II, que, na Constituição Dogmática Dei Verbum (n. 25), recomenda a leitura assídua da Escritura em clima de oração. A Lectio Divina inicia-se, como toda a oração, pela preparação do ambiente exterior e interior, avivando a fé e invocando o Espírito Santo: lê-se, em primeiro lugar, a sós ou em grupo, uma passagem do Escritura, eventualmente introduzida ou explicada por um moderador (LECTIO); segue-se um tempo de meditação, que é um aprofundamento do sentido do que se leu, apelando à inteligência, à memória, à imaginação e ao desejo, eventualmente com a partilha da palavra (MEDITATIO); à medida que se vai escutando o que Deus diz, o fiel responde com a oração, que pode ser de arrependimento, de acção de graças, de intercessão, de súplica ou de louvor (ORATIO); na medida da graça do Espírito Santo, esta oração desabrocha em saborosos momentos de contemplação (CONTEMPLATIO), que tornam mais viva e íntima a comunhão com Deus, e predispõe a alma para uma vida mais santa e mais activa na realização do Reino de Deus (ACTIO).

Programa

Noites Culturais Paulinas

  Segunda, 29 de Junho Igreja do Colégio

21h00 – Conferência: Conhecendo a agenda do “Apóstolo da Palavra” Moderador: Dr. Luís Galante Presença institucional da Sociedade Bíblica: Dr. Timóteo Cavaco A unidade na diversidade (do ser corpo à globalização da fé) Dr. José Carlos Carvalho – UCP Porto As preocupações sociais em Paulo (da pobreza à igualdade entre homem e mulher, escravo e senhor) Ir. Julieta Mendes Dias – Sagrado Coração de Maria

  Terça, 30 de Junho Igreja do Colégio

16h00 – Lectio Divina 21h00 – Lectio Divina

Quarta, 01 de Julho Igreja do Colégio

16h00 – Lectio Divina 21h00 – Lectio Divina 

 

Quinta, 02 de Julho Igreja do Colégio

21h00 – Conferência: Conhecendo o homem Paulo de Tarso Nota: Durante estes dias, na Igreja do Colégio, no horário em que se encontra aberta (das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 20h00) decorre a exposição ‘Vozes de Silêncio’

  Sexta, 03 de Julho

Um Serão Intinerante: 19h00 – Debate no ‘Areópago’ Biblioteca Municipal de Portimão Dr. Manuel Rainho 21h30 – Jantar (partilhado) com ‘conversa’ sobre as semelhanças e diferenças da Atenas do séc. I e a Europa do séc. XXI Centro Social e Paroquial N. Sra. do Amparo Dr. Fernando Ascenço

 

Exposição: Vozes de Silêncio (7 expositores)

  • 7 pedaços de silêncio 
  • Vozes que romperam o silêncio Madre Teresa de Calcutá – A voz dos Pobres William Wilberforce – A voz dos Escravos Martin Luther King – A voz dos Negros 
  • Textos em que S. Paulo denuncia as suas preocupações sociais – Dignidade humana “Não há judeu nem grego” (Gálatas 3,25-29) – Competição destrutiva “Quem é Paulo e quem é Apolo?” (I Coríntios 3,5) – Mordomia da Criação “Toda a criatura geme e aguarda…” (Romanos 8,22)