A publicação de 156 páginas reúne propostas de catequeses vocacionais, de caminhadas vocacionais, elaboradas pelo Secretariado Diocesano da Pastoral Vocacional (SDPV) a empreender no contexto dos grupos de catequese e de jovens e também apresenta dois anexos, um com cinco testemunhos (alguns da diocese algarvia) e outro com 41 cânticos. Na introdução, o SDPV começa por se regozijar com o “especial momento de reflexão e acção de graça” vivido pela diocese algarvia que vem “ajudando a discernir e descobrir no mundo, sinais autênticos da presença e do Amor de Deus, sinais visíveis de felicidade, sinais e testemunhos de vocação”. O SDPV reconhece, no entanto, que à pergunta “«Senhor, que queres de mim?», muitos jovens continuam a antepor esperanças e expectativas particulares” e que, “no contexto hodierno são muitas as vozes que nos fazem olhar para trás”, mas lembra que “há uma voz que chama pelo nome porque conhece a fragilidade, a limitação, o dom e a existência de cada um”: “a voz de Jesus Cristo”. Para que essa voz seja “conhecida, amada e compreendida”, o SDPV aponta a necessidade de “arautos que proponham Jesus Cristo aos irmãos (catequistas, animadores, párocos) e caminhos que possam ser percorridos (catequeses, caminhadas, encontros)”. “É neste contexto que surge esta publicação”, explica aquele serviço diocesano. Das catequeses vocacionais, introduzidas por uma nota que pretende explicar como elaborar uma catequese vocacional, consta uma catequese para crianças da primeira e segunda etapas, uma catequese para a primeira infância e outra para a segunda infância, uma outra para crianças dos 7/8 anos aos 11/12 anos, uma outra para adolescentes e jovens do 7º, 8º e 9º ano de catequese, uma outra para adolescentes dos 12/13 anos aos 15/16 anos, mais duas para adolescentes e uma ainda para jovens crismandos dos 16 aos 18 anos. Das quatro caminhadas vocacionais, também introduzidas por uma nota que explica como preparar uma iniciativa deste género, duas são direccionadas para adolescentes e jovens. Aos educadores chega-se a apresentar propostas de lugares, como a Ilha de Faro/Ria Formosa ou a Capela de Santa de Santana, em Messines, para o início da caminhada. As propostas são enriquecidas por diversas sugestões de dinâmicas, cânticos, gestos, simbologias, jogos e outro material de apoio documentado. O SDPV assegura ainda que a esta publicação – que estará à venda pelo valor de 7,5 euros na loja dos Serviços Diocesanos de Pastoral no Largo da Sé (nº19), em Faro, e em diversas iniciativas a realizar pela diocese algarvia –, seguir-se-ão mais duas.