Quinta-feira 22 de Agosto de 2019
Inicio / Noticias / Pe. Joaquim Soares celebrou Bodas de Ouro de sacerdócio

Pe. Joaquim Soares celebrou Bodas de Ouro de sacerdócio

Para assinalar a data, a paróquia o­nde esteve 12 anos, antes de vir para a diocese algarvia, promoveu uma Celebração Eucarística para agradecer a Deus pela graça do sacerdócio concedida ao seu antigo pároco, natural de Vila Cova de Lixa, Felgueiras. A comunidade de Macieira de Cambra, no concelho de Vale de Cambra, preparou ao padre Joaquim Soares uma sentida homenagem. Ordenado presbítero, a 21 de Agosto de 1955, na capela do Mitelo, em Lisboa, por D. Manuel Trindade Salgueiro, o padre Joaquim Soares foi pároco primeiramente em Pegões, tendo depois seguido para Campo Maior, na diocese de Évora. Após dois anos como coadjutor e mais 14 anos como pároco daquela comunidade alentejana, o sacerdote foi obrigado a sair para a Alemanha, expulso do país pelo “movimento revolucionário” do 25 de Abril. Doze anos depois regressa a Portugal e volta à sua diocese de origem, o Porto, o­nde permaneceu durante 5 anos, tendo paroquiado 5 comunidades. Antes de vir para o Algarve, esteve então 12 anos em Macieira de Cambra (Vale de Cambra) e depois, já em terras algarvias, paroquiou primeiro em Algoz, durante dois anos. “A vinda para o Algarve foi uma opção”, confessa o padre Joaquim Soares, actualmente pároco de Ferragudo, funções que desempenha há já 4 anos. Em jeito de balanço destes 50 anos de sacerdócio, afirma ter sido “muito positivo”. “Dou graças a Deus de ser sacerdote. A vida de sacerdote é feita, muitas vezes, de altos, mas também de baixos. Eu gosto muito de ser padre, sou feliz e gosto de comunicar a alegria e a felicidade que o Senhor me deu”, testemunha.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …