Ali já se encontrava o pároco local, o padre Joaquim Beato, bem como algumas centenas de fiéis da paróquia anfitriã e cerca das 18 horas chegou então a carrinha fechada que transportava o andor com a imagem mariana, acompanhada pelos membros do núcleo de Lagos da Associação de Pára-quedistas do Algarve, pelo pároco de Santa Maria de Lagos, o padre Abílio Almeida, e pelo padre José Manuel Pacheco. Depois dos boinas verdes retirarem o andor do interior do veículo, com a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima a ser carregada em ombros por paroquianos de Porches, deu-se então início ao cortejo por algumas das principais ruas da vila até à igreja paroquial devidamente engalanada, seguindo-se uma celebração mariana. O padre Joaquim Beato, na sua intervenção, lembrou a propósito a felicidade decorrente da visita de um filho a uma mãe e vice-versa. “Quando na vida temos a possibilidade de visitar a nossa mãe ou de ela vir à nossa própria casa o contentamento é grande. Só quem perdeu a mãe é que sabe quanta falta e saudade temos quando nos lembramos dela ou quando vamos à sua casa e já não a encontramos”, observou, salientando o significado da visita da imagem peregrina. “Também hoje temos aqui connosco a Mãe. Ela veio visitar-nos e nós viemos acolhê-la. Vamos ter uma atenção muito especial em ouvir a sua palavra e o que ela tem para nos dizer”, apelou o sacerdote. Procurando fazer memória do tempo passado, o padre Joaquim Beato exortou os presentes à recordação da sua infância. “Todos recordamos cenas da nossa vida de crianças quando nos sentávamos ao colo da nossa mãe e ouvíamos coisas que ela nos contava. Também esta Senhora, que é Mãe, tem alguma coisa para nos dizer. É preciso fazer um pouco de silêncio para ouvir Maria e a sua palavra e guardar o que ela tem para nos dizer”, destacou, incitando os presentes à oração. “Do nosso coração há-de sair uma oração espontânea a dizer: Senhora fala que eu quero ouvir-te, escutar a tua palavra e pô-la em prática na minha vida e dizer-te, como a tua prima Isabel, hoje e muitas vezes: Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. Também quero dizer-te como o anjo, aquando do anúncio de que ias ser Mãe: Avé Maria cheia de graça, o Senhor está contigo”. No final da celebração o padre Joaquim Beato agradeceu ainda o testemunho de fé dos cristãos de Lagos, que considerou um estímulo para os fiéis que agora acolhem Nossa Senhora de Fátima. “Peço-vos que não esqueçais aquilo que aprendestes com Maria durante a semana em que ela esteve convosco na vossa paróquia”, terminou. A vinda da imagem mariana agora para a paróquia de Porches resultou de uma alteração ao programa inicialmente previsto, motivada pelo facto de o pároco de São Sebastião de Lagos e de Odeáxere, para onde a imagem deveria continuar, estar ainda a recuperar de uma fractura num membro superior. Por isso, a imagem de Nossa Senhora de Fátima voltará a Lagos no próximo mês de Agosto. No próximo sábado, a imagem peregrina oriunda da Cova da Iria irá passar para a paróquia vizinha de Armação de Pêra, segundo o programa que se segue. Mais fotos na Galeria de Imagens Programa da Visita da Imagem Peregrina da Nossa Senhora de Fátima à paróquia de Armação de Pêra 26 de Janeiro (sábado) – Receber Maria 20h00 – Procissão desde o limite do concelho até à Igreja Matriz, seguida de cerimónia de acolhimento 27 de Janeiro (domingo) – Maria, alívio dos que sofrem 16h00 – Eucaristia com os doentes 28 de Janeiro (segunda-feira) – Maria, luz das famílias 21h00 – Recitação do Terço na praia, com os pescadores 29 de Janeiro (terça-feira) – Maria, Senhora dos Navegantes 21h00 – Recitação do Terço na praia, com os pescadores 30 de Janeiro (quarta-feira) – Maria, Mãe dos Escutas 21h00 – Recitação do Terço com os Escutas do CNE 31 de Janeiro (quinta-feira) – Maria: Menina, Mulher e Mãe de Jesus 21h00 – Celebração Mariana, com recitação do Terço 01 de Fevereiro (sexta-feira) – Maria, caminho dos pequeninos 21h00 – Recitação do Terço com as crianças e jovens 02 de Fevereiro (sábado) – Dia do Adeus Recitação do Terço e Procissão do Adeus