A reunião geral de docentes, promovida em Faro, nas instalações do Seminário de São José, pelo Secretariado do Ensino da Igreja nas Escolas da Diocese do Algarve, consistiu também na apresentação dos novos professores, quer os que estão pela primeira vez a leccionar, quer os que vieram agora trabalhar para a diocese algarvia. No total, são três os docentes que este ano integraram pela primeira vez o grupo de professores a leccionar a disciplina no Algarve. O encontro, que teve a participação de cerca de 40 professores, serviu ainda para a apresentação e análise do plano de actividades, promovido pelo SDEIE – Secretariado Diocesano do Ensino da Igreja nas Escolas, para o presente ano lectivo, com base no lema que orienta o Programa Pastoral da diocese algarvia para o próximo biénio: ‘Permanecer, com Maria, ao encontro de Cristo’. Os professores aproveitaram ainda a reunião, que contou com a presença do Bispo do Algarve, D. Manuel Quintas, para trocar algumas impressões sobre a leccionação da disciplina no primeiro ciclo. Neste contexto, foi apresentada aos docentes a legislação vigente referente a este sector da escolaridade, tendo sido evidenciado que só muito poucas escolas algarvias é que incluíram as horas do primeiro ciclo no horário do professor. Recorde-se a este nível que a leccionação da disciplina estava, até ao passado ano lectivo, prevista fora da carga horária. Surgiu entretanto, em Julho deste ano, um esclarecimento da Secretaria de Estado da Educação no sentido de repor o que está previsto na lei, mas, ao que foi testemunhado pelos professores do Algarve, ainda não é aplicado na grande maioria das escolas do Algarve. O Bispo do Algarve apresentou também aos docentes a mensagem da Comissão Episcopal da Educação Cristã para a Semana Nacional da Educação Cristã sob o tema ‘Educação Cristã: um Serviço e um Compromisso’. D. Manuel Quintas motivou os professores para a sua missão como “educadores da fé”. De tarde, foi feita a apresentação do manual dos 6º e 8º anos e entregue aos docentes o Livro do Professor para os 1º, 5º, 7º anos. Este ano, no Algarve falta colocar ainda dois professores, em Almancil e Salir, e há sete docentes, com licenciatura noutra área e formação básica em Teologia ou Ciências Religiosas, que estão a fazer um Curso de Profissionalização em Serviço na Faculdade de Teologia da Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa.