Ao passar do cortejo litúrgico muitas pessoas que tinham ficado em casa saíram à rua para ver o andor com a imagem peregrina de Nossa Senhora, transportado em ombros por quatro homens. Já no adro da igreja paroquial, decorado com flores e ramos, as pessoas esperavam o andor empunhando bandeiras com a imagem de Nossa Senhora e algumas pombas feitas em papel, aguardando a chegada da Senhora da Paz, uma simbologia que minutos depois haveria de tornar-se ainda mais explícita com a largada de algumas pombas brancas. Após uma breve paragem à entrada da igreja, a imagem mariana, saudada com alguns arremessos de pétalas de flores, entrou para o interior do recém-restaurado templo que rapidamente se encheu de fiéis. O padre Joel Teixeira, pároco de Raposeira e também de Vila do Bispo e de Sagres, advertiu os presentes, na sua intervenção, para alguns aspectos a ter em conta na vivência da semana que então se iniciava, para que pudesse ser “verdadeiramente vivida de uma forma alegre” e “com o coração voltado para a Mãe”. O jovem sacerdote alertou para a tomada de consciência de que se tratava apenas de uma semana. “Temos apenas uma semana para viver na presença da imagem peregrina. Está nas nossas mãos vivê-la de uma forma consciente e verdadeira e apreendermos alguma coisa daquilo que Nossa Senhora nos quer dizer, caso contrário deixamos passar esta semana como uma semana perdida”, acautelou, salientando algumas características de Nossa Senhora. “É uma mulher que não quer protagonismos, que não quer o primeiro lugar, mas procurou durante toda a sua vida indicar o caminho para o seu Filho. É importante que tenhamos consciência disto para evitar que vivamos esta semana de uma forma deficiente, não colocando o horizonte no seu Filho”, destacou. O pároco, lembrando que Maria “foi uma mulher que nunca pensou em si mesma, mas no próximo”, convidou os paroquianos da Raposeira a olhar, durante os 7 dias de visita da imagem peregrina, para quem têm ao seu lado. “Se Maria olhasse para si mesma e se procurasse o seu bem, nunca teria aceitado o desafio que Deus lhe lançou. Em vez disso, Maria procurou servir a Deus e a humanidade, por isso a designamos como Mãe da humanidade”, elucidou. Por último, o prior destacou a Virgem Maria como “a Mulher da confiança que não procurou confiar nas suas forças e virtudes, mas em Deus”. “Por isso, esta é também uma semana em que somos convidados a confiar em Deus”, concluiu o padre Joel Teixeira, exortando os paroquianos a “viver a semana, não com o supérfluo ou acessório, mas com o essencial” que considerou ser a mensagem de Nossa Senhora. Após a celebração de acolhimento em que se rezou ainda um mistério do Rosário, houve um lanche partilhado na Escola EB1 local. No próximo sábado, a imagem peregrina segue para a paróquia de Budens conforme o programa em anexo. Programa da Visita da Imagem Peregrina à paróquia de Budens 1 de Dezembro (sábado) 16.30h – Acolhimento à imagem peregrina na capela de Guadalupe (entregue pela paróquia da Raposeira) – Partida para Budens – Procissão desde a entrada de Budens (cruzamento junto ao “Mira Rio”) até à igreja de Budens – Celebração de abertura na igreja paroquial com encenação pela Catequese e actuação de grupos musicais 2 de Dezembro (domingo) Budens – Dia da Família e das Vocações – Lema : “Eu Te saúdo, ó Maria” 11.00h – Eucaristia solene com bênção das famílias e das crianças 13.00h – Almoço-convívio na Sociedade Recreativa 16.00h – Encontro de famílias (casais) 20.30h – Noite Vocacional: Terço e Adoração Eucarística – Tema – “Com Maria, Adoramos Jesus” 3 de Dezembro (segunda-feira) Budens – Dia da Caridade – Lema : “Fazei o que Ele vos disser” 15.30h -Celebração Eucarística com doentes na igreja – Visita a doentes ao domicílio 20.00h – Celebração de despedida 21.00h – Procissão de velas até à capela da Figueira 4 de Dezembro (terça-feira) Figueira – Lema: “Aqui vimos Mãe querida…” 20.00h – Eucaristia de despedida 21.00h – Procissão de velas até à capela da Salema 5 de Dezembro (quarta-feira) Salema – Lema: “Mãe, gosto de Ti minha Mãe” 15.30h – Oração do Terço 20.00h – Eucaristia de despedida 21.00h – Saída da Salema até ao cruzamento de Vale de Boi e dali procissão de velas até à capela 6 de Dezembro (quinta-feira) Vale Boi – Lema: “Maria, és Mãe e és mulher do povo” 20.00h – Eucaristia de Despedida 21.00h – Procissão de velas até ao cruzamento de Vale Boi e saída até à entrada de Burgau (junto ao Bairro de Saal) e dali procissão de velas até à capela 7 de Dezembro (sexta-feira) Burgau – Lema: “Maria, Tu fixaste meus olhos” 16.00h – Oração do Terço 21.00h – Noite da Família, das Vocações e da Caridade – Projecção de filme sobre Fátima 8 de Dezembro (sábado) 14.30h – Partida para o “Porto D. Maria” 15.00h – Entrega da imagem à paróquia da Luz, concretamente à comunidade de Almádena Nota – As igrejas referidas estarão abertas todos os dias a partir das 15h.