Orientado pelo padre José Manuel Pacheco, aquele encontro de reflexão e formação teve como objectivo “potenciar uma melhor vivência do tempo litúrgico do Advento” que a Igreja vive presentemente, como preparação para a celebração do Natal que se avizinha. “É um tempo de pararmos e de reflectirmos sobre aquilo que vamos viver no Natal”, explicou a irmã Maria da Conceição Silva, presidente pelo Secretariado Regional da CIRP – Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal, entidade responsável pela promoção da iniciativa. Após a oração da manhã, os religiosos reflectiram sobre a sua identidade, inspirados no objectivo do Programa Pastoral da diocese para este ano: “(Re)conhecer em Cristo a nossa identidade e missão”. “Olhámos para Cristo, reconhecendo-O como O Crucificado, O Servo e O Pastor que nos desafia a viver uma vida religiosa com paixão, partilha e amor aos pobres”, esclareceu o padre José Manuel Pacheco à FOLHA DO DOMINGO. Após o almoço, houve tempo para nova reflexão subordinada à interrogação “que devemos fazer?”. A resposta viria com base no lema do Programa Pastoral da diocese algarvia para os próximos 6 anos: “Fazei o que Ele vos disser”. O sacerdote apresentou ainda algumas pistas para a vivência do Advento, como “tempo de escuta, de busca da Luz, de esperança, de espera vigilante, tendo em conta a missão dos religiosos”. O retiro terminaria com a celebração da Eucaristia, após um tempo “forte” de adoração eucarística. Mais uma religiosa para a diocese A irmã Beatriz Santos é a sétima religiosa a vir trabalhar este ano pastoral para a diocese algarvia. Trata-se de um regresso, pois a religiosa trabalhou no Algarve de 1984, com interrupção de 2 anos (1991 e 1992) em Roma, até 2002. Nos últimos quatro anos esteve na diocese de Beja (1) e na diocese de Aveiro(3). width=106Ir. Beatriz Santos – CARMELITA MISSIONÁRIA Natural de Vila Nova de Anha – Viana do Castelo Integra a comunidade de Faro. Veio da diocese de Aveiro. Veio colaborar no Sector Diocesano da Pastoral Juvenil