Esta passagem pelos agrupamentos do Algarve tem sido aproveitada para a realização de orações e celebrações e está quase completa, prevendo-se que termine em Outubro próximo, exactamente quando terá início a vinda da imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima para a diocese do Algarve. Segundo o chefe regional do CNE, Miguel Boto, “esta iniciativa tem servido, de alguma forma, como preparação para a passagem da imagem peregrina de Nossa Senhora à diocese do Algarve”. O Bispo do Algarve, a propósito desta iniciativa, também disse entender tratar-se de “uma antecipação e sensibilização para aquilo que acontecerá com a imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima que, a partir do próximo 13 de Outubro, vai passar por todas as paróquias da diocese”. D. Manuel Quintas, que falava aos escuteiros no decurso da sua visita ao XI ACAREG, no passado sábado, aproveitou para solicitar-lhes colaboração na iniciativa de acolhimento à imagem, em Faro.