“Ressuscitou como disse! Aleluia!” foi o grito que voltou a ecoar pelas ruas, cobertas de flores, de São Brás de Alportel. Um testemunho de fé que se renova ano após ano e que torna a vila sambrazense num mar de tochas floridas, numa organização conjunta da paróquia e da Câmara Municipal local. Os homens, formando alas, abriram a procissão, empunhando uma tocha na mão. Durante a tarde, no adro da igreja matriz, os sons da música tradicional portuguesa, com o grupo “Os Malteses” juntaram-se aos passos das danças de salão do Grupo LUEL – Arte em Movimento (de Albufeira) e à alegria contagiante da cantora Nucha.