Este Encontro Internacional que apresentará «a fraternidade como chave inovadora para os diferentes âmbitos da sociedade: economia, direito, comunicação, política e desenvolvimento», poderá ser acompanhado ao vivo pela internet, durante o dia de sábado, 16 de Setembro, com tradução simultânea para português: www.budapest2006.focolare.org.

No SportArena de Budapest os participantes irão aprofundar o tema da fraternidade humana como forma de superar os «desiquilíbrios produzidos pela economia de mercado globalizada», como resposta a um certo «déficit de legalidade», como meio para colocar «a política ao serviço do bem comum» e de como libertar a comunicação social dos interesses politicos e económicos. Um dos temas mais importantes será a apresentação da proposta «Economia de comunhão» e respectiva inspiração cultural subjacente. Porém, um dos momentos mais fortes deste meeting internacional será certamente a leitura da Mensagem da Presidente-Fundadora do Movimento dos Focolares, Chiara Lubich, cujo tema será «A nossa resposta à noite cultural e colectiva de hoje». A partir de Budapeste e para que hajam projectos concretos e não apenas belas palavras, irá ser criada uma iniciativa a favor do desenvolvimento humano, do desenvolvimento social e cultural do continente africano, através da instituição de “bolsas de estudo”. Este grande encontro internacional promovido pelos «Voluntários de Deus», um ramo da família dos Focolares, acontece cinquenta anos depois da ocupação da Húngria, mas também culmina a semana em que o mundo inteiro recorda o quinto aniversário dos mais recentes mas não menos trágicos acontecimentos de 11 de Setembro na América. Nem de propósito: É que a Fraternidade da família humana, ultrapassando preconceitos culturais, religiosos, geográficos e ideológicos é, sem dúvida alguma, «a chave inovadora» para podermos superar este “buraco negro” da história que infelizmente parece continuar apostado em manter o mundo divido em dois blocos: o­ntem, Leste / Oeste, hoje, Islâmismo / Ocidente.