Pároco das Comunidades de Fuseta (13 de Setembro de 1990) e de Moncarapacho (21 de Setembro de 1993) o Padre Alberto José Viegas Pires Teixeira revela no seu constante humanismo, disponibilidade e simplicidade, o sentido de uma vivência autêntica de quem, escutando o apelo do Senhor ("Vem e Segue-me…) lhe consagrou, sem desvios dos votos pro-feridos e assumidos, toda a Vida e razão de viver. Foi há 25 anos, a completarem-se no dia 21 de Agosto, que, na Sé Catedral de Faro, o ordenou esse Santo Bispo, que foi D. Ernesto Gonçalves Costa, para empreender uma acção pastoral que sempre tem sido desenvolvida no concelho de Olhão (Quelfes, Pechão, Olhão e as actuais duas Paróquias que lhe estão confiadas). Nascido em Salir, ali à beira-serra do Caldeirão, terra de tão marcante presença nos anais do sacerdócio algarvio, de que é mais recente referência o Padre Joel Teixeira, o mais jovem presbítero diocesano e que, em breve, assumirá a paroquialidade de vária zona da histórica costa vicentina, é devida nesta hora, como em todos os quotidianos aliás, um agradecimento ao Senhor, por estes salirenses seus e nossos servidores. Ao final da tarde de 26 de Agosto, (Concelebração Eucarística de Acção de Graças na Igreja de Nossa Senhora do Carmo, na Fuseta, que será, pela intercessão da Bem – Aventurada Virgem Maria, um Hino de Louvor de Deus e uma expressiva mensagem de agradecimento ao Padre Alberto por aquilo que tem sido o seu zelo apostólico e prosseguirá nestes pedaços da sua Diocese – Mãe, que é o Algarve.