Quinta-feira 28 de Novembro de 2019
Inicio / Noticias / Semana Paulina juntou teólogos católico e protestante para falar de S. Paulo

Semana Paulina juntou teólogos católico e protestante para falar de S. Paulo

Como nota introdutória foi apresentado, por quatro jovens, um jogral centrado no discurso de São Paulo no areópago de Atenas. Ambrosio apresentou Paulo, falando da sua origem e da sua formação em duas escolas, daí ele ser um profundo conhecedor da Lei (Torà), de todo o Antigo Testamento. Falou de um acontecimento marcante no caminho de Damasco, em que ele se viu envolvido numa grande luz do Ressuscitado: “Quem és tu Senhor?…Eu sou Jesus a quem tu persegues!”. Por isso ele, na sua carta aos Gálatas (1,15), confessa: “Quando aprouve a Deus – que me escolheu desde o seio de minha mãe e me chamou pela sua graça – revelar o seu Filho em mim, para que O anuncie como Evangelho entre os gentios…”. Ele ao terceiro dia na comunidade de Ananias é baptizado e vive a experiência do Encontro com o Ressuscitado. Dimas Almeida sublinhou que não é fácil falar deste Paulo de Tarso, apesar de se saber muitas coisas dele e que os seus escritos levantam muitas questões, entre as quais uma fundamental: a questão do homem – Quem és tu?…quem sou eu? Referiu-se a Romanos 7. 1ss…15ss… Mas para esta questão fundamental há uma saída que é Jesus Cristo. Por isso Paulo conclui: “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim”. A grande questão Paulina é a grande questão de Deus. Em Jesus Cristo a história de Deus torna-se história do homem. É a sua Incarnação. É também o milagre do seu Natal em nós. No tempo de diálogo da sessão, houve oportunidade para pôr algumas perguntas e pedir alguns esclarecimentos. É de salientar a partilha ecuménica que esta Semana Paulina proporciona, vivendo a experiência do diálogo ecuménico. Mais fotos, brevemente na Galeria de Imagens

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …