Nas Eucaristias de abertura da visita pastoral, D. Manuel Quintas destacou esse mesmo aspecto. “Vou ter muito gosto em estar convosco esta semana, para convosco fazer este percurso de Advento em direcção ao Natal”, afirmou, acrescentando: “porque sempre que realizo uma visita pastoral, eu próprio sinto-me mais forte na fé. Sou fortalecido na fé por vós”. “Sinto-me também apoiado e amparado por cada um de vós. Eu sei que rezais pelo Bispo em todas as missas para exprimir a comunhão, não apenas à pessoa do Bispo, mas a toda a diocese simbolizada na sua pessoa”, frisou. Aludindo ainda à comunhão entre a pessoa do Bispo e os diocesanos, D. Manuel Quintas acentuou que o facto de realizarem um caminho juntos, dá origem a uma maior aproximação, através da partilha da própria vida e dos próprios anseios. “Pelo facto de convivermos e de rezarmos juntos esbatem-se ‘vales, montes e caminhos tortuosos’, criando em nós sentimentos de fraternidade. São estes os valores do Natal”, concluiu o Prelado, apontando o sentido destes dias: “temos de nos ajudar mutuamente para que preparemos o caminho e nos preparemos para a vinda de Jesus. D. Manuel Quintas esclareceu ainda a “missão” de qualquer visita pastoral: “levar os cristãos da paróquia visitada a crescer cada vez mais na caridade e no amor fraterno, celebrado, vivido e testemunhado na vida”. “Que todos, como Igreja diocesana, cresçamos na caridade e no amor fraterno e solidário que nos leva a fazermo-nos próximos uns dos outros. Um amor que é expressão da própria ternura com que Deus nos ama e que se concretiza no perdão fraterno, na compreensão e na tolerância. É este amor vivido na vida que torna mais verdadeira a nossa participação na Eucaristia”, exortou ainda o Bispo diocesano, alertando para os perigos do divórcio entre o sentido de participação na Eucaristia e vida, entre a fé e a vida, “um dos maiores males que há hoje na Igreja”. Esta semana de visita a Armação de Pêra e Porches ficou ainda marcada pelo episódio do assalto que sofreu o veículo de D. Manuel Neto Quintas na Senhora da Rocha (Porches), tendo os larápios furtado do seu interior uma mala com o computador portátil do Bispo do Algarve e um projector de video, entre outro haveres. Hoje, sexta-feira, dia 15 de Dezembro, o Bispo diocesano visitará, pelas 10 horas, alguns doentes e idosos da freguesia de Porches, seguindo-se a Junta de Freguesia local e, após o almoço, outros doentes e idosos mas desta vez de Armação de Pêra. Pelas 18 horas presidirá à celebração da Eucaristia na igreja daquela vila, tendo meia hora mais tarde, uma reunião com os padres da vigararia de Albufeira. À noite, pelas 21.30 horas, participará na Festa de Natal das crianças de Armação de Pêra e encontrar-se-á com os seus pais. No sábado terá um encontro, pelas 15 horas, com as crianças da freguesia de Porches. Uma hora depois visitará o Lar dos Idosos de Armação de Pêra, onde presidirá a celebração da Eucaristia. Pelas 19 horas presidirá novamente à celebração da Eucarística na igreja de Armação de Pêra. À noite, pelas 21.30 horas participará na Festa de Natal da associação “Dar de Vaia”. No domingo, o encerramento da visita pastoral acontecerá, pelas 11 horas, com acelebração da Eucaristia na igreja de Porches, seguido de uma almoço-convívio e, pelas 17 horas, com a celebração da Eucaristia na igreja de Armação de Pêra, seguida de um jantar-convívio.