Terça-feira 17 de Setembro de 2019
Inicio / Noticias / Um Israel que não se confina a Gaza, nem ao terrorismo

Um Israel que não se confina a Gaza, nem ao terrorismo

O pior momento da história recente do País aconteceu quando a tão falada intifada, pretendida apenas por uma minoria, se acentuou, entre 2000 a 2003, nas principais cidades do País. Desde o seu termo, a partir de 2004, o turismo, um dos principais sectores da economia israelita, tem vindo a crescer. Actualmente, a contenda entre israelitas e palestinianos cinge-se praticamente a alguns lugares concretos como a Faixa de Gaza. O conflito com o vizinho Líbano também tem marcado a história de Israel, com novos episódios que se viveram precisamente no decorrer da peregrinação dos algarvios. Desde há 60 anos, o crescimento israelita tem sido muito marcante e hoje em dia o País está dotado de boas condições de vida, com vias de comunicação desenvolvidas, muita construção e industria, a maior parte desta relacionada com o fabrico de armamento. Mas muitas das armas em Israel são também fornecidas pelos Estados Unidos da América. A influência dos americanos faz-se ainda sentir pelo seu apoio económico como factor preponderante para o crescimento do País.

Verifique também

Bispo do Algarve destacou ação das Misericórdias para “curar as chagas humanas e sociais”

O bispo do Algarve considerou ontem que “as Misericórdias se situam entre as instituições que, …