D. Manuel Quintas explicou que os sacerdotes algarvios têm falado muito com vista encontrarem formas de crescerem na vivência do dom do seu ministério para melhor servirem o povo de Deus. “Queremos valorizar ainda mais a nossa disponibilidade para o sacramento da Reconciliação”, exemplificou o Prelado, informando que na primeira quinta-feira de cada mês, em Tavira, numa das igrejas da cidade, “o Santíssimo Sacramento estará exposto todo o dia, sempre com um padre disponível para atender quem se quiser reconciliar ou quem quiser simplesmente falar”. “Espero que possa ser decidido também noutros lugares porque sabemos que vós precisais e queremos encontrar disponibilidade maior para isso”, acrescentou.