No decorrer da celebração, o ainda diácono, de joelhos diante do altar, realizou a sua profissão de fé, renovando a fé que recebeu no dia do Baptismo e que se comprometeu no dia do Crisma, e fez o juramento de fidelidade a essa fé, ao Bispo diocesano e ao Papa. O padre Mário de Sousa, reitor do Seminário de Faro, que presidiu à celebração, destacou a ordenação do novo presbítero como uma bênção para a Igreja do Algarve, agradecendo-lhe por confiar mais em Deus do que nele próprio.