“Queremos aproveitar da presença da Imagem peregrina em cada uma das nossas paróquias, bem como o tempo que precede e se segue à sua visita, para escutar com maior atenção os apelos de Cristo, em sintonia com a própria Vigararia e em comunhão com toda a Igreja diocesana. Queremos que ecoe, de modo mais incisivo, no coração e na vida de cada cristão algarvio o mesmo convite de Cristo, no início da sua pregação e que constitui o coração do anúncio do Reino – arrependei-vos e acreditai no Evangelho –, apelo que se situa, igualmente, no coração da mensagem de Fátima”, acrescenta ainda o documento. Imagem de N. Sra. chega ao Algarve dia 13 de Outubro A imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima chega ao Algarve no próximo dia 13 de Outubro, sendo acolhida em Faro, pelas 21 horas, junto à Escola Secundária João de Deus (Liceu), para uma procissão até à Catedral da diocese que precederá a celebração de abertura desta peregrinação de 2 anos à região algarvia. A Fátima irá uma delegação da diocese algarvia, presidida pelo seu Bispo, D. Manuel Quintas, para participar na Peregrinação Aniversária de Outubro, comitiva que trará depois a imagem até ao Algarve. Para a recepção à imagem da Virgem de Fátima, a diocese do Algarve tem vindo a incentivar a participação em massa de todas as paróquias e todos os fiéis algarvios. D. Manuel Quintas tem vindo a apelar, nas diversas paróquias por onde tem passado nas últimas semanas, a uma verdadeira mobilização em torno desta iniciativa. Após a celebração na Sé Catedral de Faro, a imagem iniciará a peregrinação pelas diversas paróquias algarvias, cujo calendário será publicado em próximas edições. Imagem de N. Sra. já esteve no Algarve De acordo com dados fornecidos pelo Serviço de Estudos e Difusão (SESDI) do Santuário de Fátima, a terceira viagem da imagem de Nossa Senhora de Fátima da Capelinha das Aparições (não a imagem da Virgem Peregrina) decorreu entre Outubro de 1947 e Janeiro de 1948. Em Outubro de 1947, peregrinou então pelo Alentejo e Algarve, passando a fronteira luso-espanhola por duas vezes, em Elvas e Badajoz, em 25 de Outubro, e em Vila Real de Santo António e Ayamonte (Espanha), em 8 de Janeiro de 1948. Regressou, logo a seguir, ao Santuário. Existem várias pessoas que têm memória não apenas dessa vinda da imagem de Nossa Senhora ao Algarve, mas também de uma segunda que terá ocorrido posteriormente, na década de 50. Da primeira vez terá passado por Faro, Aljezur, Monchique, Estombar e Ferragudo. Historial da imagem da Virgem Peregrina Feita segundo indicações da irmã Lúcia, a primeira imagem da Virgem Peregrina de Fátima foi oferecida pelo Bispo de Leiria e coroada solenemente pelo Arcebispo de Évora, a 13 de Maio de 1947. A partir dessa data, a imagem percorreu, por diversas vezes, o mundo inteiro, levando consigo uma mensagem de paz e amor. Tudo começou em 1945, pouco depois do final da 2ª Guerra Mundial, quando um pároco de Berlim propôs que uma imagem de Nossa Senhora de Fátima percorresse todas as capitais e as cidades episcopais da Europa até à fronteira da Rússia. A ideia foi retomada em Abril de 1946, por um representante do Luxemburgo no Conselho Internacional da Juventude Católica Feminina e, no ano seguinte, no mesmo dia da sua coroação, teve início a primeira viagem. Depois de mais de meio século de peregrinação, em que a imagem visitou 64 países dos vários continentes, alguns deles por diversas vezes, a Reitoria do Santuário de Fátima entendeu que a imagem não deveria sair habitualmente, mas só por alguma circunstância extraordinária. A fim de dar resposta aos imensos pedidos, foram, entretanto, feitas várias réplicas da primeira imagem peregrina.